Google+ Followers

terça-feira, 14 de julho de 2009

Consagracao



Chegou o celebrante ao momento soleníssimo da missa. Vai renovar, sob a ordem e com as palavras de Jesus, o Sacríficio da última ceia, sacrifício que o Senhor instituiu para perpetuar de modo incruento o Sacrifício redentor do Calvário. Veneremos e adoremos o Corpo e o Sangue do Senhor, que o sacerdote nos vai apresentar.

Qui pridie quam pateretur, accepit panem in sanctas ac venerabiles manus suas, et elevatis oculis in ceum ad te Deum Patrem suum omnipotentem, tibi gratias agens, benedi*dixit fregit, deditque discipulis suis, dicens:

Accipite, et manducate
Ex hoc ommes. Hoc est enim
Corpus meum.

Simili modo postquam cenatum est, accipies et hunc peclarum Calicem in sanctas ac venerabiles manus suas:
item tibi gratias agens, bene*dixit, deditqua discipulus suis, dicens:

Accipite, et bibite ex eo ommes. Hic est enim Calix Sanguinis mei, novi et aeterni testamenti:
mysterim fidei: qui pro vobis et pro multis effundetur in remissionem peccatorum. Haec
quotiescumque fecérit, in mei memóriam faciétis.

Eís a tradução :

Ele na véspera de sua paixão, tomou o pão em suas santas e veneravéis mãos, e elevando seus olhos ao céu para vós, ó Deus, seu pai onipotente, dando-vos graças, ben*zeu-o, partiu -o e deu-o a seua discípulos, dizendo:

Tomai e comei Dele, Todos.
Isto é o meu corpo.

De igual modo, depois de haver ceado, tomando também este precioso cálice em suas santa e veneráveis mãos, e novamente dando-vos graças, ben*zeu-o e deu-o a seus
discípulos, dizendo:

Tomai e Bebei Dele Todos. Este é o Cálice do meu Sangue, do novo e eterno Testamento:
mistério da fé; que será derramado por vós e por muitos para a remissão dos pecados. Todas as vezes que isto fizerdes, fazei-o em memória de mim.

Nenhum comentário: