Google+ Followers

domingo, 27 de março de 2011

Liberdade sinho

rio Paraiba do Sul , visto da cidade de Paraiba do Sul/RJ
Bem longe,vê-se a ponte Paraiba do Sul

Paraiba do Sul de outrora, a Igreja , e a Ponte Preta. (tudo continua de pé) com as bençãos dos santos padroeiros :São Pedro e São Paulo

( no período de estiagem o rio fica quase seco).

A Festa dos Deuses Afro-Brasileiros

G.R.E.S Em Cima da Hora

Enredo para o carnaval de 1974

(Baianinho)

Interprete:Baianinho

Desde o tempo do cativeiro
A magia imperou
Os negros vieram da África
Com sofrimentos e dor
E chegando á Bahia
Bahia de São Salvador,ô,ô,ô
Os negros pediam aos deuses
Pra amenizar a sua dor
Nas noites de lua cheia
Eles cantavam com fervor

Arerê,caô, meu pai, arerê
Arerê,caô, meu pai, arerê

E nas noites de magia
Pretos velhos festejavam
O grande mestre Oxalá
E a rainha Iemanjá
Num batuque de lamento
A noite inteira sem cessar
Eles festejavam os deuses
Cantando pra não chorar

Ô,ô,ô,ô,ô
Ô,ô,ô,ô,ô

Aqui em Paraiba do Sul , nesta região do Vale do Paraíba, foi terra de escravos . Ainda restam os vestígios das grandes fazendas do café , algumas ainda permanecem de pé em bom estado de conservação. Os fazendeiros eram chamados de "Barões do Café" cultivavam o 'ouro negro'.
E a mão de obra era o braço escravo, trabalhava-se 14 a 16 horas /dia. Eles sofriam os mal-tratos do feitor.
Vida dificil ...humilhações ,lamentos e dor . Os pais eram separados de seus filhos . Os africanos eram chamados de "peças". Comprava-se em leilões . Os sofrimentos começavam quando eram capturados na própria terra,pelos próprios irmãos , eram trocados por aguardente, bujigangas ,quinquilharias... vinham nos porões dos navios denominados ' navios negreiros' .
Muitos morriam de banzo (era uma saudade muito grande do rincão natal) outros os cabelos embranqueciam do dia para a noite, e os que restavam , os que sobreviviam eram vendidos com grandes lucros , no início para trabalhar em minas na extração do ouro, mais tarde, veio a plantação de cana-de-açucar e por fim para o cultivo do café.
Infelizmente ,as algemas partidas ainda não trouxe a liberdade tão sonhada, nos orfanatos a maiorias de crianças ,são afro-descendentes, nos presídios , não é diferente a ituação a maioria de encarcerados são da raça negra . A desigualdade ainda é muito grande.
Somente com a educação é que podemos sonhar com a igualdade racial ,somente com a educação seremos verdadeiramente livres.

"Igualdade,igualdade, abre as asas sobre nós!"


Nenhum comentário: