Google+ Followers

sábado, 7 de janeiro de 2012

Theatro Municipal Mariano Aranha

Baile de Carnaval no Cine Theatro Irís








Nos últimos anos do II reinado, Paraíba do Sul tornou-se um dos maiores centros produtores de café da província. Consequentemente, a cidade passou por um período de transformações econômica, social, urbanista e cultural.
Surgem os Barões do Café e com eles a construção dos palacetes e prédios oficiais. Época de grande interesse pelas artes literárias, musicais, e dramáticas.
Em 1866, cria-se o grupo de teatro amador "Sociedade Dramática", com prédio próprio, no bairro do Lava Pés.
Em 1867, no mesmo bairro, o "Clube Dramático Parahybano". Surge também o "Theatro D. Isabel", com apresentações de algumas companhias francesas, que localizava-se na rua dos Artistas, hoje Marechal
Floriano Peixoto.
Em 1892, inaugura-se o "Theatro Gymanastico Paraybano", as obras para construção do prédio foram iniciadas em 1880, a cargo de uma comissão composta por João Quirino da Rocha Werneck - Barão de Palmeiras , Miguel Ribeiro de Sá - Barão Ribeiro de Sá,
José Gomes Coelho de Albuquerque, Dr° Rufino Furtado de Mendonça e Dr° Jorge Rodrigues Moreira Cunha.

Nenhum comentário: