Google+ Followers

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Caramuru


Diogo Álvares Correia, o Caramuru, segundo reza a tradição teria vindo ao Brasil fazendo parte de uma grande expedição portuguesa, em 1510.
A expedição naufraga no litoral da Bahia, perecendo a maioria dos componentes, os que conseguiram chegar a praia, quase todos sucunbiram nas mão dos índios tupinambás.
Diogo Álvares conseguiu salvar-se levando um arcabuz (espingarda) e um barril de pólvoras.
Vendo-se ameaçado pelos indígenas disparou um tiro. Devido ao forte estrondo da arma de fogo, assustaram-se os nativos. Julgaram eles fosse Diogo um ser sobrenatural,um deus , que detinha o domínio do trovão e podia manejá-lo contra o inimigo.
Daí o apelido 'Caramuru', cujo significado seria 'Filho do Trovão'. Tal fato foi muito difundido graças ao poema Caramuru, de Frei Santa Rita no século XVIII.
Corre também outra verssão: Caramuru nome indígena de um peixe comum no litoral baiano.
O fato é que Caramuru ganhou o respeito e a estima dos tupinambás, e foi ficando cada vez mais importante, sendo admitido na tribo indígena e casando-se com 'Paraguaçu' , filha de um grande cacique de Itaparica.
Caramuru ,prestou valiosa ajuda a Martim Afonso de Souza , ao donatário da capitania da Bahia, Francisco Pereira Coutinho e ao Governador-geral Tomé de Souza.

Nenhum comentário: