Google+ Followers

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Maconaria

A Maçonaria

É uma ordem cujas doutrinas básicas são amor fraterno, auxílio mútuo, filantropia e constante uma constante busca pela verdade. Os maçons se esforçam para desfrutar da companhia de seus irmãos, ajudando-se em tempos de dificuldade pessoal e reforçamos valores morais essenciais. Um antigo provérbio maçom diz que a Maçonaria ensina os homens a serem bons e os que já o são, ela os torna melhor.
Como os homens são um produtos do meio, a Maçonaria oferece uma oportunidade para se entrar em contato regular e agradável com homens de caráter, reforçando o próprio desenvolvimento pessoal e moral, num clima de companheirismo e fraternidade.
Para manter esta fraternidade, é proibida a discussão de religião e política dentro das lojas, uma vez que estes assuntos dividiram freqüentemente os homens ao longo da história.
A Maçonaria encoraja um homem a ser religioso sem defender uma religião propriamente dita , tanto quanto incentiva que ele seja ativo na comunidade, sem defender um sistema ou partido político em particular.
Os Maçons, também conhecidos como pedreiros, não encontram na Maçonaria ensinamentos sobre a arte da construção, como o faziam os Maçons operativos da Idade Média. O trabalho atual da Maçonaria usa os símbolos do pedreiro como uma para o desenvolvimento moral.
Assim, as ferramentas comuns que eram usado nos canteiros medievais, como o maço, o cinzel, o nível, o prumo e outros, têm cada uma um significado simbólico na Maçonaria.



A Maçonaria se distingue de outras ordens fraternais por sua ênfase no caráter moral, no seu sistema de rituais e na sua longa tradição, com uma história que data aproximadamente do século XVII.
Há três graus em Maçonaria. Outros corpos conferem graus adicionais, até o 33º no Rito Escocês, mas nas lojas normais ou simbólicas, tem-se os graus de Aprendiz, Companheiro e Mestre.
A maioria das lojas tem reuniões regulares e semanais e congregam-se em Potências Maçônicas, chamadas Grandes Orientes ou Grandes Lojas.
Templo é o local onde se realizam as reuniões regulares das Lojas Maçônicas. Essas reuniões, nos seus primórdios, não eram feitas em um local específica. A partir da construção do Fremason's Hall, na Inglaterra, em 1776, as reuniões ganharam um local fixo.
Muitas lojas, em função do tamanho de seu quadro, utilizam
instalações ou templos de outras lojas.
Se a Maçonaria não é uma religião, por que usa um ritual?
Ritual é simplesmente a maneira como algumas coisas são feitas, uma espécie de procedimento padrão para impor ordem e disciplina aos trabalhos. Uma reunião de condôminos obedece uma ordem determinada, da mesma forma como uma reunião de pais e mestres num colégio. Sem essa seqüência de atos a serem vencidos temos a baderna e a perda de tempo. O resultado será sempre questionável.
A Maçonaria usa um ritual porque é um modo efetivo para ensinar idéias importantes. Além disso, o ritual Maçônico é muito rico e muito antigo, remontando aos primórdios de sua criação.
O que é o avental maçônico?
Durante a cerimônia da iniciação, o Maçom é revestido com um avental branco, símbolo do trabalho. Ao atingir o grau de mestre, esse avental é trocado por um outro, com as cores do rito, normalmente vermelho e/ou azul. Assim como os antigos pedreiros utilizavam seu avental como proteção, simbolicamente o Maçom, quando em Loja, usa o seu avental para realizar seus trabalhosos rotineiros.
A Maçonaria é uma sociedade secreta?
Não, pois a localização de seus templos é conhecida e pode ser encontrada facilmente em qualquer lista telefônica. Suas reuniões são secretas, porque reservadas apenas aos membros efetivos, diferentemente de uma sociedade secreta, cuja existência é desconhecida ao público e negada por seus participantes.
As reuniões são fechadas para preservar os segredos maçônicos, que são principalmente seus modos de reconhecimento, como sinais, cumprimentos e frases pelos quais os Maçons se reconhecem um ao outro.
A Maçonaria é uma religião?
Não, a Maçonaria não é uma religião, mas defende a existência de um Ser Superior ou Princípio Criador. Uma religião é muito mais complexa, implicando em detalhes como a existência de um plano para salvação ou caminho pelo qual se alcança uma recompensa depois da vida. Implica também numa teologia que tenta descrever a natureza Deus e divulga a descrição de modos ou práticas pelo qual um homem ou um mulher podem buscar comunicar-se com Deus.
A Maçonaria não faz nenhum dessas coisas. Apenas abre e fecha seus trabalhos com uma oração e ensina que nenhum homem deveria começar qualquer empresa importante sem antes buscar apoio espiritual em Deus.
É necessário que o candidato prime pela moral e pelos bons costumes. Deve ter uma profissão definida que lhe garanta a subsistência.
Como se faz para ser um maçom?
É preciso que o candidato seja indicado por um Mestre Maçom e tenha a sua iniciação aprovada pela Loja. Ninguém se inscreve para ser maçom. Por suas qualidades, ele é notado por um maçom que o indica para sua Loja. Todo um processo de admissão é desenvolvido, quando o candidato é ouvido, bem como sua família.
Um religioso pode ser um Maçom?
Nada impede que um religioso seja aceito como maçom. O que jamais se verá, no entanto, é um ateu sendo recebido na Maçonaria, pois um dos princípios básicos para admissão na Ordem é a crença num Ser Supremo.
Onde posso encontrar livros sobre a Maçonaria?
Existem editoras especializadas em publicar livros maçônicos. Pelo seu conteúdo, alguns têm sua leitura restrita apenas a Maçons, enquanto que outros, pelo conteúdo histórico ou explicativo, são acessíveis aos não-iniciados.
A Maçonaria é a mais velha fraternidade no mundo. Provavelmente surgiu nos canteiros de obras dos castelos e catedrais da Idade Média. Em 1717, A Maçonaria criou uma organização formal na Inglaterra, quando a primeira loja foi formada. A partir daí, levada pelo seu lema principal, Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
Para saber mais sobre o assunto, consulte o texto Historia da Maçonaria no Brasil.
A Maçonaria proclama, como sempre proclamou desde sua origem, a existência de um Princípio Criador, sob a denominação ' O Grande Arquiteto do Universo'

Fonte:Web

Nenhum comentário: