Google+ Followers

domingo, 24 de maio de 2009

Mansao da Grama

Casarões Representativos do Período Áureo do Café

Inaugurada em 1880, seu projeto de construção foi encomendado ao projetista alemão - RT H. Klumb, da Academia das Belas Artes, e fotógrafo da Família Imperial do Brasil.
A parte frontal da fachada principal ostentava o Brasão da Comenda de seu proprietário, o Major Damião José de Souza Guimarães, que em 1875 recebera do Imperador D. Pedro II o título de Comendador por ato de bravura, pois fora um dos heróis da Guerra do Paraguai .
O ilustre senhor veio da Paraíba do Sul, nomeado pelo Imperador para exercer o cargo de tabelião local. Casou-se com a sul-paraibana Dona Jacinta Guimarães , filha de João Jacinto de Almeida, proprietário de fazenda no Inema.
Época de grande interesse pelas artes literárias, musicais e dramáticas, os proprietários recebiam em sua residência pessoas ilustres - o poeta Juvenal Galeno , Farias Brito, General Tibúrcio Ferreira, Barão de Diamantina e o Maestro Carlos Gomes, que inspirou-se nas belezas paisagísticas da cidade para escrever a partitura de suaa ópera "Loschiavo".
A mansão da Grama foi ocupada por outros ilustres moradores - o artista Leopoldo Froes e o grande ator e escritor Procópio Ferreira.

Prefeitura Municipal de Paraíba do Sul

Propriedade Particular

(obs.)O imóvel encontra-se em ótimo estado.







(Lídia Machado Pereira - fotógrafa)

Nenhum comentário: