Google+ Followers

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Dolores Duran

A estréia artística de Adiléia Silva da Rocha foi aos dez anos de idade no programa 'Calouros em Desfile', comandado pelo grande compositor : Ary Barroso na Rádio Tupi, em que obteve o primeiro lugar.
Dois anos depois, com a morte do pai, passou a trabalhar como atriz de teatro e de rádio.
Aos 16 anos adotou o nome artístico Dolores Duran e foi crooner de boates cariocas. Em 1952 gravou o primeiro disco e começou a ficar famosa com suas interpretações de "Canção da Volta" (A. Maria/ I. Neto) e "Bom É Querer Bem" (Fernando Lobo). Sua primeira composição, em parceria com Tom Jobim, foi "Se É por Falta de Adeus", de 1955, gravada por Doris Monteiro. A parceira com Tom rendeu outros clássicos da MPB, como "Por Causa de Você" e "Estrada do Sol". Outros sucessos compostos por Dolores foram "Fim de Caso", "Solidão", "Castigo", e ainda parceiras com Ribamar: "Pela Rua", "Ternura Antiga" e "Idéias Erradas". Excursionou em 1958 com outros artistas pela União Soviética, separando-se do grupo e passando uma temporada cantando em Paris.
De volta ao Brasil no ano seguinte, compôs o seu maior sucesso, "A Noite do Meu Bem".
Morreu aos 29 anos de parada cardíaca, provavelmente de overdose de barbitúricos, depois de uma apresentação na boate Little Club.
Depois de sua morte precoce, sua fama cresceu muito, e vários artistas como Lúcio Alves e Nana Caymmi consagraram discos à sua obra.
Em 1999/2000 a peça teatral "Dolores", que conta a história de sua vida, se apresentou com enorme êxito em grandes cidades brasileiras.



( rio Paraiba do Sul)

Nenhum comentário: