Google+ Followers

domingo, 3 de maio de 2009

Sem brigar com o passado



Foi aqui, na cidade de Três Rios que eu nasci, fui criada, estudei, namorei e ... casei!
Quando eu nasci, meus pais - Jacira e Manoel residiam no bairro chamado - Portão Vermelho. Depois mudaram-se para atrás do ármazem de café,(que foi demolido ) nesta época minha avó e o meu avô mudaram-se também , mãe e filha eram vizinhas (a casa era de parede-meia).
Vem desta época as minhas primeiras lembranças como um ser. Lembro-me de ir a escola, eu estudava no Grupo Escolar Condessa do Rio Novo.

Devia ser o pré-escolar . Quando eu sentia o cheiro de 'massinha' lembrava-me do 'Grupo',(era assim que a mãe falava "Grupo Escolar Condessa do Rio Novo" .

(Foi aqui que eu estudei, esta foi a minha primeira escola)


Sei , que um dia apanhei do meu pai,( na inocência de criança eu falei um palavrão ) disse-lhe que ele era filho da p...! Mais tarde entendi um pouco o porque de tanta fúria, meu pai era orfão de mãe ele achou que eu estava xingando á sua mãe (minha avó cujo nome eu herdei - Lídia ).
Apanhei tanto, meu avó entrou no meio , minha avó gritava,minha mãe também. Fiquei vários dias doente, não conseguia andar, apanhei muito. Mais tarde não sei quanto tempo se passou - nem a ordem dos fatos. Saí e fui ao colégio onde eu estudava - sozinha . Sempre quando voltava para casa eu ganhava um picolé, refiz o caminho e encontrei o bar , onde eu ganhava o picolé. Na inocência dos meus cinco ou seis anos - (não achava que estivesse cometendo nada de errado ) . É claro que não foi assim... quando eu fui encontrada ,levei outra surra , motivo : ter saído sozinha para comprar o picolé. Foram as únicas vezes que apanhei do meu pai.

Nenhum comentário: