Google+ Followers

sábado, 29 de agosto de 2009

Palacete Barao Ribeiro de Sa
























Edifício da última metade do século XIX, eclético de influência renascentista. Casa apalacetada de uso inicialmente residencial, com esquema assobradado, sendo o primeiro nível destinado ao serviço com porão habitável pelos serviçais e o segundo nível ocupado pelos proprietários.Situado em centro de terreno, possui um jardim circundante com lagos artificiais, pontes em concreto imitando madeira bruta, viveiros, pedras e coreto. Possui quatro fachadas; o vão central é muito valorizado pela sua escadaria monumental em alvenaria de pedra e cal, piso em granito arrematado por um corrimão de ferro. A porta principal possui moldura e soleira em granito ornamentada por estuque e por dístico com data de 1886. Coroa este corpo um frontão triangular, contendo o brasão do baronato em estuque. No pavimento superior, janelas rasgadas com pequenos balcões sacados e grades em ferro fundido.
Internamente, o espaço foi bastante alterado, mas ainda percebe-se a presença de salas, saletas, alcovas e cozinha.
De uma maneira geral , o Palacete não apresenta um modelo de estilo puro, e esta situação é muito comum em outros imóveis da época da nobreza do café. Por isso, sua grande importância está justamente no que ele tem de comum com a sua época.
A antiga residência do Barão serviu posteriormente de estabelecimento educacionais e culturais. O Palacete foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural - INEPAC - Processo nº E-03-/08.055/78 , tombamento provisório: 20/03/1978 - tombamento definitivo: 14/06/1978.



Dados Cronológicos da Utilização do Prédio

1886 - Construção do Palacete

1903 - Transferência da propriedade, por herança a José Lino Ribeiro de Sá, filho único do Barão Ribeiro de Sá.

1910 - O Palacete foi alugado ao Srº Joaquim Palhares , fundador das Águas Minerais Salutaris

1925 - Negociada para o hoteleiro Manoel Ferreira (promessa de compra e venda)

1926 - Vendida a João Xavier Ribeiro e Amador Rios ( foi cancelada a promessa de compra e venda a Manoel Ferreira)

1927 - Cedida á Prefeitura para funcionar o Colégio Nacional

1930 - Vendida para a Prefeitura de Paraíba do Sul

1932 - Reaberto para funcionar a Escola Profissional

1935 - Passa a funcionar o 'Liceu Sul Fluminense, mais tarde o Ginásio e depois Colègio

1961 - O Palacete é restituído a Prefeitura

1964 - Cedido o pavimento inferior para a ACAR-RJ e Ministério da Agricultura. Cedido o pavimento superior a Srª Lucília Guimarães Villa Lobos para instalação do Orfeão de Paraíba do Sul

1965 - Cedido a CODIN para instalação da associação de artesãos

1989 - Reinício das obras de restauração

1991 - Término da 1ª etapa de restauração.
Instalada a Casa de Cultura no pavimento inferior onde passou a funcionar: Biblioteca Pública Maria da Conceição Almada Passos, Videoteca Pública, Cursos de Artes Musicais, Curso de Artes Cênicas, Conselho Municipal de Cultura, Secretária Municipal de Educação e Cultura.

1992 - Término da 2ª etapa de restauração. Complementação da Casa de Cultura no pavimento superior onde passou a funcionar: Auditório, Museu, Sala de estudos e recreação. Sala de Administração.

1997 - Instalação da sede da Prefeitura de Paraíba do Sul

Dados Cronológicos 1886 - Ano de Construção, início e término da obra.

1925 - Sofre reformas e modificações por iniciativa e responsabilidade de Manoel Ferreira

1935 - Sofre novas modificações com a instalação do Liceu Sul Fluminense. Estabelecimento de ensino que abrigou no período de 1935 a 1961, sob a responsabilidade dos Professores: Érico de Bacelar e Souza e Manoel Gonçalves d'acenção.

1978 - Levantamento de dados, pesquisa histórica e elaboração de projeto de restauração realizada pelo DPHA - INEPAC, iniciam-se as obras de restauração pelo EMOP.

Considerações

* Na gestão do ex-prefeito Ronaldo Santos o Palacete foi totalmente restaurado. O prédio funcionou como 'Casa de Cultura' do município de Paraíba do Sul.

* Na gestão do ex-prefeito Rogério Onofre de Oliveira , o Palacete abrigou a Prefeitura Municipal de Paraiba do Sul , fato este que permanece até hoje.
Trago imagens do prédio que continua em bom estado de conservação. Linda! linda a nossa prefeitura!

Um comentário:

Anônimo disse...

O PALACETE É REALMENTE LINDO. SOU PROFESSORA NO COLEGIO MONSENHOR E GOSTARIA DE VISITÁ-LO COM MEUS ALUNOS, É POSSÍVEL?