Google+ Followers

domingo, 30 de agosto de 2009

A Tormenta Chegou



Do livro "Reflexos" - Poesias de Paulo Celso S. da Silva

Ediçao do autor - 1992

Paraíba do Sul - RJ

Biografia do autor (resumo)

* Conselheiro da Câmara de Ciências e Letras do Município de Paraíba do Sul.

* Medalha Cultural Revista Brasília - 1990

* Medalha Cultural Adalgisa Nery - 1991/Eng.Paulo de Frontin

* Destaque no VIII Concurso Nacional de Poesias - 1987/Brasília


A Tormenta Chegou

Bombas, gritos, correrias...
A tormenta chegou;
O que antes só existia lá fora,
Também aqui se proliferou.

Multidões sendo manipuladas
Instigadas a tumultuar
Não refletem estão ocupadas,
Nos irmãos não podem pensar.

Vemos crianças chorando,
Lágrimas de desespero,
Falência, fome,
Desabrigo, desemprego...
Chora o mundo inteiro.

O mundo se esqueceu
Que fomos feitos para amar,
Não nos foi dado o direito
De vida alguma tirar.

De algo também importante,
Uma verdade incessante
Esquecida e sem aplicação:
Somente a paz é a solução!

Nenhum comentário: