Google+ Followers

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Idolatria de Salomao


O rei, Salomão, além da filha do faraó, amou muitas mulheres estrangeiras, moabitas, edomitas, sidônias, e hitéias, pertencentes ás nações das quais o Senhor dissera aos israelitas: "Não tereis relações com elas, nem elas tampouco convosco, porque certamente vos seduziriam os corações arrastando-os para os seus deuses.
A estas nações uniu-se Salomão por seus amores. Teve 700 esposas de classe principesca e 300 concumbinas.
E suas mulheres perverteram-lhe o coração.
Sendo já velho, elas seduziram o seu coração para seguir outros deuses. E o seu coração já não pertencia sem reservas ao Senhor, seu Deus, como o de Davi,seu pai. Salomão prestou culto a Astarte deusa dos sidônios, e a Melcom, o abominável ídolo
dos amonitas. Fez o mal aos olhos do Senhor, não lhe foi inteiramente fiel como o fora seu pai Davi.
Por este tempo edificou Salomão no monte, que está a oriente de Jerusalém, um lugar alto a Camos , deus de Moab, e a Moloc, abominação dos amonitas. E o mesmo fez para todas as suas mulheres estrangeiras, que queimavam incenso e sacrificavam aos seus deuses.


(imagem recantodalidia)

Nenhum comentário: