Google+ Followers

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Recuperacao da Visao

Novo método promete usar células encontradas no dente de leite para curar lesões nas
córneas.



O implante de células-tronco retiradas da polpa do dente da primeira dentição,pode ser uma nova técnica para tratar lesões na córnea.
O procedimento deve ajudar tanto nos casos provocadas por queimaduras térmicas ou químicas - quanto nos decorrentes de doenças genéticas ou imunológicas, que podem levar á perda da visão.
Este é um resultado de uma pesquisa realizadas com coelhos no laboratório de genética do Institutu Butantan, em São Paulo - numa parceria com o Instituto do Sono da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp). A partir de setembro, a técnica será testada em pacientes voluntários que realizam cirurgias sem resultados satisfatórios e que não tem quadros infecciosos.
"As células do dente da primeira dentição são muito semelhantes ás células límbicas, responsáveis pela manutenção da córnea. Os coelhos testado tinham dois tipos de lesões, leves e graves".
No primeiro tipo houve recuperação de 95% da transparência da córnea. Já no segundo 75%.
Como a córnea do coelho é muito parecida com a do ser humano, espera-se obter os mesmos resultados com humanos, que terão a grande vantagem de não correrem o risco de terem rejeição e, portanto, não precisarem de compatibilidade entre doador e receptor.
Babyla Geraldes Monteiro, autora da pesquisa e doutoranda do Instituto Butantan.
A técnica constitui em multiplicar as células em laboratório e, por meio de uma membrana, coloca-las no olho do paciente. Para protegê-las, será adicionada também uma lente de contato especial. A partir daí, elas reconstituirão a córnea degradada, devolvendo a visão ao paciente.

(Folha Universal -12 de setembro -pg 21)

Nenhum comentário: