Google+ Followers

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Esquadros

Ádriana Calcanhoto

Eu ando pelo mundo prestando atenção em cores que não sei o
nome.
Cores de Almodóvar, cores de Frida Kahlo, cores.
(...)
Pela janela do quarto, pela janela do carro,
Pela tela, pela janela,
Quem é ela, quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado, remoto controle.



"Espero alegre a saída e espero nunca voltar".

Nenhum comentário: