Google+ Followers

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Virgem de Guadalupe

No início de mês de dezembro de 1531, Juan Diego chegou perto de uma pequena serra chamada Tepeyac. Ali, ouviu sobre a serra um canto muito lindo, suave e agradável.
E, quando cessou o canto ,ouviu o seu nome ser pronunciado do alto da serra.
Subiu até o cume ,e lá avistou uma senhora mui bela , admirou-se da sua gradeza.
Ela lhe falou:

"Sabe que eu sou a sempre virgem, Santa Maria, Mãe de Deus. Desejo que aqui ,neste lugar ,levantem minha casa sagrada".

Para realizar a minha vontade,vai ao palácio do Bispo do México .
Imediatamente Juan Diego andou para o palácio do bispo e contou-lhe o ocorrido. Mas infelizmente o bispo Dom Frei Juan Zumárraga não lhe deu crédito. Três vezes
aconteceu o mesmo fato, e o bispo não acreditou em Juan Diego. Na última vez o bispo lhe disse que: "Era, necessário algum sinal para que se pudesse acreditar, que quem o enviara era a própria Mãe de Jesus , Mãe de Deus."

No dia seguinte Juan Diego teve uma grande , preocupação : seu tio Juan Bernardino,
estava muito doente ,quase a morte e necessitava de um sacerdote, para se confessar e receber (quem sabe?) a unção dos enfermos. Quando Juan Diego
foi chamá-lo, pelo caminho viu que a Senhora do Céu baixava do cume da serra e
lhe dizia:
"Não estou aqui eu, que sou tua mãe?
Não estás sob minha sombra e proteção?
Não sou eu a fonte da tua alegria?
Não estás nas dobras do meu manto, onde se cruzam os meus braços?
Tens necessidade de alguma coisa mais? Tem certeza que, seu tio já está bom?
Em seguida a Rainha Celestial mandou que ele subisse ao cume da serra para trazer o sinal: As mais variadas flores, muito belas, antes da estação em que deveriam florir , porque era muito estranho que houvessem flores num lugar tão frio... ele colheu as flores e colocou-as nas dobras da sua "tilma",( era, o nome da manta que vestiam os indios aztecas e que era o símbolo da dignidade.)
Juan Diego chegou ao Palácio do Bispo. Contou-lhe o que havia visto, e a sua mensagem. Logo estendeu a sua "tilma" pois tinha as flores no colo. As flores preciosas caíram no chão . Em seguida , ali, se converteu em sinal:
Aparece de repente gravado em sua própria manta, a amada imagem da Virgem Maria, Mãe de Deus, na sua forma e figura em que está agora, onde é conservada na sua casinha em Tepeyac.
Isto, ocorreu no dia 12 de dezembro de 1531 ,quando a America Latina estava sendo descoberta.
O rosto da Virgem de Guadalupe era moreno, mestiço.
Ela se vestia com o símbolos da cultura dos índios aztecas: Cheia de sol, com estrelas em seu manto, plantas, flores em sua túnica. Que represemtam a união do Céu e da Terra. Ela se apresenta grávida, simbolizado pelo laço escuro, e grávida de Deus . Porque em baixo do laço tem, sobre o seu ventre uma pequena flor de quatro pétalas, cujo significado para o povo azteca era a Morada de Deus.
E ,outras coisas mais que a virgem falou com seu povo, não só com palavras, mas também com a sua própria imagem.

O pedido da Virgem de Guadalupe :

"Que todos orassem pela família".

Virgem de Guadalupe: Grava-te também em nossos corações!

Amém!

Nenhum comentário: