Google+ Followers

terça-feira, 7 de abril de 2009

Amor de diferentes maneiras

Através da letra da música Carinhoso de Pixinguinha e de João de Barros

"Meu coração
Não sei porquê
Bate feliz
Quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim
Foges de mim

Ah! Se tu soubesses ,como eu são tão carinhoso
E muito ,muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem ,vem, vem..."

Através de uma carta de amor: Boca de Luar

Carlos Drumomd de Andrade

"Estou pensando seriamente em declarar greve de mim a você, por tempo indeterminado. Não me pergunte os motivos. Você sabe. Ou é melhor que não fique sabendo, porque assim a greve é mais completa, e eu quero justamente ser um grevistamais total do que os outros grevistas que brigam por salários decentes
e condições decentes de trabalho...
Não vai passar não, talvez minha greve seja Oscar de melhor idílio no Festival de Angra dos Reis. Continuaremos assim, dois namorados unidos por esse laço invisível da greve, como o empresário está cada vez mais preso ao assalariado, ou este áquele, quando entram em conflito de interresses , ou esta nossa categoria não dá prêmio...
Pois você não vê, boba, bobíssima, que isto ainda é amor , é minha forma de amar você, de um jeito só meu, que nem você mesma é capaz de aprender em sua mineral abismalidade ?


Dio como te amo"!

Através de uma poesia - Para viver um grande amor - Vinícius de Moraes.

"Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e pouco siso, muita seriedade e pouco riso - para viver um grande amor.
Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher...não tem nenhum valor.
Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro- seja lá como for..."

Através do soneto de Camões

"Amor é fogo que arde sem se ver,
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente:
É dor que desatina sem doer...

Através de um provérbio - " Amor com amor se paga."

Através da Carta do apóstolo Paulo , aos Coríntios

"O amor é paciente e bondoso. O amor não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Não é grosseiro, nem egoísta. Não se irrita, nem fica magoado. Ele nunca desanima, mas tudo suporta com fé, esperança e paciência."


Jesus

"Amai-vos uns aos outros como eu vos amei".


Pedro - apóstolo de Cristo

"O ódio gera contendas, o amor cobre uma multidão de pecados."

Nenhum comentário: