Google+ Followers

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Madre Teresa de Calcuta



Agnes Gonxha Bojaxhiu, nasceu no dia 26 de agosto de 1910 em Skopje, Macedonia, de una familia de origem albaneza.
O pai, respeitado homem de negócios, morreu quando ela tinha oitos anos, deixando a mãe de Agnes na condiçao de ter que abrir uma atividade de bordado para poder manter a família. Depois de ter transcorrido a adolescencia empenhada fervorosamente nas atividades paroquiais, Agnes deixou a sua casa em setembro de 1928, entrando no convento de Loreto a Rathfarnam (Dulim), Irlanda, onde foi acolhida como postulante e no dia 12 de outubro e recebeu o nome de Tereza, como a sua padroeira, Santa Tereza de Lisieux.
Agnes foi enviada pela congregação de Loreto para a India e chegou em Calcutá no dia 6 de janeiro de 1929. Tendo apenas chegado lá, entrou no noviciado de Loreto, em Darjeerling. Fez a profissão perpétua como irmã de Loreto no dia 24 de maio de 1937, daquele dia em diante foi chamada Madre tereza.
Quando viveu em Calcutá durante os anos de 1930-1940, ensinou na escola secundária bengalese, Sta Mary.
No dia 10 de setembro de 1946, no trem que a conduzia de Calcutá para Darjeeling, Madre Tereza recebeu aquilo que ela chamou “a chamada na chamada”, que teria feito nascer a família dos Missionários da Caridade, Irmãs, Irmãos, Padres e Colaboradores. O conteúdo desta inspiração é revelado no objetivo e na missão que ela teria dado ao seu novo Instituto: “Saciar a infinita sede de Jesus sobre a cruz de amor e pelas almas, trabalhando para a salvação e para a santificação dos mais pobres entre os pobres”.
No dia 07 de outubro de 1950, a nova congregação das Missionárias da Caridade foi instituida oficialmente como Instituto Religioso pela Arquidiocese de Calcutá.

Nenhum comentário: