Google+ Followers

sábado, 26 de setembro de 2009

Aos mestres



Poema do poeta Paulo Celso, a quem peço licença para postar.

*Menção Honrosa no I Concurso Nacional de Poesias do Instituto da Poesia Internacinal de Porto Alegre - 1989/Rio Grande do Sul

*Destaque Especial no XI Concurso Nacional de Poesias - 1990/Brasília

*Co-autor do Livro Valores Literários do Brasil , vol.IV - 1987/Brasília

* Co-autor da VI Antologia de Poetas e Escritores do Brasil,
Vol.XIII - 1991/Brasilia

Aos Mestres

Admiro-vos sobremaneira
Queridos professores,
Sois um poço donde brota
A mais pura água cristalina,
Com amor, dedicação,
Perseverança...
Deixais que seus alunos
Dela possam provar.

Nas muitas salas de aula
Tivestes tristezas e desilusões
Quizestes até desanimar,
Porém as alegrias,
As vitórias alcançadas,
Os momentos emociantes e marcantes
Falaram mais alto,
Sentistes que valia a pena continuar.

A vós, á vossa função
Quedam-se todos os tronos,
Calem-se todas as melodias,
Cessem-se todas as atividades,
E todos, num misto
De estupefação e fascínio
Hão de respeitosamente
Vos contemplar.

Nenhum comentário: