Google+ Followers

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Hepatite C

Utilidade Pública



O vírus da hepatite C pode afetar o fígado de forma lenta e silenciosa, inicialmente sem sintomas físicos. O portador da hepatite C pode levar uma vida normal sem saber que está infectado. Entretanto, a ação do vírus é contínua e após cerca de 20 a 30 anos pode haver progressão para cirrose ou tumor.
A maior fonte de contaminação é o sangue. No caso das transfusões sanguíneas, a possibilidade atual da infecção ocorrer é praticamente inexistente em função da realização de testes de sangue específicos . Já agulhas, seringas, e instrumentos cortantes, com resíduos de sangue contaminado ainda representam dois terços das novas infecções.

'A prevenção é fundamental. No entanto, o diagnóstico precoce é muito importante para tentar evitar danos irreversíveis. Recomenda-se avaliar a indicação da realização do teste para detecção do vírus da Hepatite C nas seguintes situações':

1) Pessoas que receberam transfusões de sangue antes de 1993

2)Usuários de drogas injetáveis ou inaladas

3)Os filhos de mães infectadas pelo vírus da hepatite C

4)Pacientes que realizam hemodiálise

5)Os hemofílicos

6)Pessoas infectadas pelo HIV; pelo vírus da Hepatite B; pelo HTLV

7)Pessoas com tatuagens ou Piercings.

O teste de detecção, chamado Anti-HCV é simples, gratuito e praticamente indolor. È coberto por todos os planos de saúde. Pode ser realizado nos Postos de Saúde, nos Hospitais públicos e nos Centros de Testagem e Aconselhamento .(CTA)

Na sua próxima consulta médica, converse com o seu médico sobre a conveniência de realizar o teste de detecção de hepatite.
Se o resultado for positivo , procure assistência médica nos hospitais de referência do SUS.
Para não acelerar a progressão da doença, você deve evitar o uso de bebidas alcoólicas e deverá receber as vacinas contra hepatites A e B, caso sejam necessárias.

Como posso evitar o contágio com a Hepatite C?

A infecção pelo vírus da Hepatite C ocorre, principalmente, pelo contato com sangue contaminado. Não há comprovação de contaminação pelos fluidos corporais, como saliva, suor, lágrimas, sêmen ou leite materno (a mãe contaminada pode amamentar). Não ocorre transmissão do vírus por meio de abraços , beijos ou pelo compartilhamento de pratos ,copos, talheres ou roupas. A infecção por via sexual é possível, porém de ocorrência rara. Os riscos, nesse caso, aumentam quando há ferimentos nas relações sexuais ou em virtude de violência sexual.

Tenha cuidado em manicures e pedicures: como nem todos possuem ou utilizam a autoclave de maneira correta, prefira utilizar seus próprios instrumentos(ou material - como tesoura,alicates,lixa,toalhinha.etc)
Pergunte e observe se o seu dentista usa equipamentos descartáveis. Se você usa drogas ingetáveis ou inaladas, não compartilhe agulhas, seringas ou canudos com outras pessoas.

"Use sempre camisinha
Não existe vacina para se proteger da Hepatite C
A melhor vacina é a prevenção e os cuidados gerais."

Informações:

.Niterói - Grpo Gênesis Apoio a Portadores de Hepatite
Tel - (21) 9895-1814

. Petrópolis Grupo Hepato Certo de Apoio a Portadores de Hepatite C
Tel - (24) 8823-3682

.Rio de Janeiro - Amigos do Transplante do Hospital Universitário da UFRJ
Tel - (21) 9961-9339

Rio de Janeiro - Dohe-Fígado - Assoc dos Doentes e Trans. Hepáticos
Tel - (21) 2577-6890

Apoio

APEF - Associação Paulista de Estudos do Fígado
Federação Brasileira de Gastroentologia - FBG
Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH
Sociedade Brasileira de Infectologia - SBI

Nenhum comentário: