Google+ Followers

domingo, 16 de maio de 2010

Navio Negreiro


Samba enredeo da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro

Carnaval de 1957

Djalma Costa /Amado Regis



Apresentamos
paginas e memórias
Que deram louvor e glórias
Ao altruísta defensor
Tenaz da gente de cor
Castro Alves que também se inspirou
E em versos retratou
O navio onde os negros
Amontoados e acorrentados
Em cativeiro no porão da embarcação
Com a alma em farrapo de tanto mau trato
Vinham para a escravidão.

Ô,ô,ô,ô
No navio negreiro (Bis)
O negro veio pro cativeiro

Vinham para a escravidão

Nenhum comentário: