Google+ Followers

sábado, 28 de maio de 2011

Deus opera prodigios

Atos dos apóstolos 16.17


Pela meia noite, Paulo e Silas rezavam e cantavam um hino a Deus e os prisioneiros os escutavam. Subitamente, sentiu-se um terremoto tão grande que se abalaram até os fundamentos do cárcere. Abriram-se logo todas as portas e soltaram-se as algemas de todos.
Acordou o carcereiro e, vendo abertas as portas do cárcere, supôs que os presos haviam fugido. Tirou da espada e queria matar-se. Mas Paulo bradou em voz alta:" Não te faças nenhum mal, pois estamos todos aqui." Diseram-lhe "Crê no Senhor jesus e serás salvo, tu a a tua família." Anunciaram-lhe a palavra de Deus, e ele e a todos os que estavam em sua casa.
Então, naquela mesma hora da noite ele cuidou deles e lavou-lhes as chagas. Imediatamente foi batizado, ele e toda a sua família.
Em seguida, ele os fez subir para a sua casa, pos-lhe a mesa e alegrou-se com toda a sua casa por haver crido em Deus.

Nenhum comentário: