Google+ Followers

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Telegrama

Ah! Que saudade de você
Estou a te esperar
A dor ainda está no meu peito
Ah! Nas ruas meu olhar
Fica a te procurar
A dor ainda está no meu peito

Ah! As marcas de baton
No casaco de vison
Aquele beijo imaginar

Ah com amigos vou jogar
Bate-papo e conversa fora
Pra tentar me segurar

Me liga
Me manda um telegrama
Uma carta de amor

Que eu vou até lá
Eu vou
Que eu vou até lá
Eu vou
Que eu vou até lá

(Leandro Lehart)

Nenhum comentário: